segunda-feira, 7 de março de 2011

Mas nem no sonho eu consigo fazer sexo, sempre tem uma merda pra atralhar ultimamente.

Estavamos lá, eu e a pessoa [que não deveria estar no meu sonho, aliás] que queria porque queria a danada da porta aberta, e tinha um despertador muito filho da puta tocando e que não parava nunca. Eu, chata que sou, fui atrás do despertador e por fim o encontrei na lavanderia dentro de um saco com pregadores de roupa, depois de muito procurar. Pois que não adiantou de nada, o despertador ainda tocava mesmo retirando a pilha do indivíduo e o socando na parede com raiva, juro, eu tentei.
Eis que tento voltar para os finalmentes e a pessoa deitada na cama conversava com uma cobra coral que tentava entrar na casa pela janela, a cobra conseguiu ser enrolada e saiu com o nariz em pé, mas pelo que cheguei a conclusão ela iria entrar pela outra janela, e la vou eu trancando a casa toda, pra maldita cobra não entrar, e realmente não entrou, ja que depois de tentar chegar nos finalmentes de novo, pela terceira vez, eu tomei um susto épico, daqueles que a gente pula da cama sabe? era meu pai me ligando. E na mesma hora minha mãe levantou pra desligar o despertador da minha tia, que não parava de tocar.

Um carnaval cheio de emoções.

Update: Pai, não da pra controlar sonho né, tenha dó da sua filha.

2 comentários:

  1. Onze e meia da manhã e tas sonhando com indecências !!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Tá difícil mesmo a coisa hein! hsahasuhsauhuas

    ResponderExcluir